Skip to main content
Onetouch

O que é a diabetes?

O que é a diabetes?

A diabetes é uma condição crónica (longa duração) que surge quando o corpo não produz insulina suficiente ou não pode usar a insulina. A insulina é uma hormona produzida no pâncreas, que é necessária para transportar a glicose (açúcar) do sangue para as células do corpo, onde é usada como energia. Quando a insulina não está presente ou está a funcionar incorretamente, a glicose permanece no sangue. É por isso que a diabetes é diagnosticada pela observação de níveis elevados de glicose no sangue.

Com o tempo, os níveis elevados de glicose no sangue (conhecido como hiperglicemia) podem causar danos em muitos tecidos do organismo, levando ao desenvolvimento de complicações debilitantes e potencialmente fatais.

Diabetes tipo 1

Na diabetes tipo 1, o sistema imunitário do organismo ataca as células produtoras de insulina no pâncreas. Como resultado, o organismo não pode produzir a insulina de que precisa. Porque é que isto acontece não é completamente conhecido ou compreendido. A doença pode afetar pessoas de qualquer idade, mas normalmente manifesta-se em crianças ou jovens adultos. As pessoas com este tipo de diabetes necessitam de insulina todos os dias para controlar os níveis de glicose no seu sangue. Sem insulina, uma pessoa com diabetes tipo 1 não sobreviveria. Mas com um tratamento diário de insulina, monitorização regular dos níveis de glicose no sangue, alimentação saudável e um estilo de vida saudável, uma pessoa com diabetes tipo 1 pode levar uma vida normal.1

Diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2 é o tipo mais comum de diabetes. Normalmente manifesta-se em adultos, mas é cada vez mais vista em crianças e adolescentes. Na diabetes tipo 2, o corpo é capaz de produzir insulina, mas torna-se resistente à insulina de forma que esta deixa de trabalhar adequadamente. Com o tempo, os níveis de insulina podem tornar-se demasiado baixos para ser eficaz. Tanto a resistência à insulina como níveis baixos de insulina podem conduzir a níveis altos de glicose no sangue.1

Ao contrário das pessoas com diabetes tipo 1, muitas pessoas com diabetes tipo 2 podem não necessitar de tratamentos de insulina diários para sobreviverem. O tratamento essencial para a diabetes tipo 2 inclui a adoção de um plano alimentar saudável, aumentar a atividade física, controlo do peso corporal e, se necessário, a toma de medicamentos para a diabetes. Estão disponíveis uma série de comprimidos bem como terapias injetáveis, incluindo, quando necessário, insulina, para ajudar no controlo dos níveis de glicose no sangue para pessoas com diabetes tipo 2.

1. IDF Diabetes Atlas (7th Ed.) (2015). Bruxelas, Bélgica: Federação Internacional da Diabetes

Pré-diabetes

Por vezes, os níveis de açúcar no sangue são mais elevados do que o normal, mas não altos o suficiente para ser considerado diabetes. A isto chamamos pré-diabetes, o que o coloca num risco acrescido de desenvolvimento de diabetes tipo 2 e doença cardíaca.

Se foi informado de que está em risco de desenvolver diabetes ou de ter pré-diabetes, pode tomar medidas para prevenir ou retardar a diabetes tipo 2. Efetuar algumas alterações ao seu estilo de vida agora pode ajudá-lo a evitar ou a retardar o início da diabetes tipo 2 e outras complicações de saúde, como doenças cardíacas. Nunca é demasiado tarde para começar.

Se o seu médico disse que tem pré-diabetes, certifique-se de que efetua testes anuais ou de dois em dois anos para monitorizar a diabetes. Siga também as diretrizes recomendadas para ajudar a prevenir a diabetes tipo 2: perca peso, se necessário, faça exercício e tenha uma alimentação saudável.

CO/LFS/1016/0115, CO/LFS/0416/0039, CO/LFS/1116/0125